Questão judicial… Volante da Seleção pode ser obrigado a utilizar numeração específica. Leia!

Na última segunda-feira (05) o volante Douglas Luiz tornou-se réu em uma ação na justiça que pode obrigá-lo a utilizar a camisa 24 na próxima partida da Seleção Brasileira, ou seja, a final da Copa América frente à Argentina no próximo sábado (10).

O grupo ‘Arco Íris’, de Cidadania LGBT, após contestar a ausência do número 24 na relação de atletas da Seleção Brasileira para a Copa América, entrou com uma Ação Civil Pública, solicitando uma liminar que obrigue a CBF a utilizar o número no próximo compromisso do Brasil, sob pena de multa equivalente a 5%(R$460mil) do que será recebido pela confederação por sua participação no torneio. Os fundos seriam revertidos à causas sociais que visem a diversidade.

CBF e Douglas alegam que o jogador, que utiliza a camisa 25 (única possível por regra da Copa América após o 24) só faz uso da numeração por uma questão tática e pessoal, o que é considerado ‘inconsistente’ pela comunidade ativista.

‘A justiça não pode obrigar alguém a fazer o que a Lei não obriga. No entanto, temos visto o judiciário cada vez mais ativista e ignorando as leis. Por isso, mesmo que eles não possam tecnicamente fazê-lo, não acho que seja impossível que façam.’ Afirmou Vinicius Loureiro, advogado especializado em direito esportivo, ao ‘Lei em Campo’.

A decisão, a ser tomada pelo juiz Ricardo Cyfer, será revelada nas próximas horas.

Sobre Luccas Almeida 144 Artigos
18 Anos, jornalista amador, produtor de conteúdo digital, designer gráfico e CEO do perfil "Jornalismo Moralizador", ativo no Instagram.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*