Rafinha fala sobre a fracassada tentativa de voltar ao Flamengo. Veja!

Foto: Alexandre Vidal

Principais pontos da entrevista do Rafinha ao Seleção SporTV:

– “Faz 30 dias que eu só estou tomando porrada. Pessoas me chamando de mercenário… eu abri mão de muita coisa para voltar ao Flamengo. Só queria deixar claro ao torcedor que dinheiro não foi o principal motivo.”

– “A partir de hoje, virei a chave. Meus representantes estão liberados para buscar um novo clube. Quero jogar em um clube que tenha um projeto legal. Não negociei com ninguém até agora. Eu estava há 35 dias esperando o Flamengo decidir.”

– “Não posso ser hipócrita. Eu saí do Flamengo porque recebi uma proposta para ganhar 3 vezes mais. Eu tenho família, 3 filhos para criar e 50 pessoas que carrego nas costas. Com 34 anos, eu não poderia perder essa oportunidade. Eu fui porque eu quis.”

– “Não foi por dinheiro. Eu flexibilizei ao máximo, aceitei receber parte do dinheiro em 2022. Não voltei porque pessoas não me queriam. Foi guerra política. Paguei o pato. Essas pessoas deveriam se preocupar com os deveres dentro do clube. Eu não podia pagar a conta.”

– “Eu era um líder no Flamengo. Não me deixaram voltar porque o departamento de futebol ficaria mais forte. Quem perde é o Flamengo. Porque todos nós trabalhamos em prol do Flamengo, para ajudar o clube.”

– “Marcos Braz e Bruno Spindel fizeram de tudo para que eu voltasse ao Flamengo. Eles fizeram umas 30 reuniões. Brigaram por mim. Eles me falaram: ‘Rafinha, você não está sendo contratado por questões financeiras. São outros problemas’.”

Foram as justificativas dadas ao repórter Eric Farias.

Sobre Pedro Carvalho 152 Artigos
Jornalista amador, acima de tudo apaixonado por informar.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*